Julia Wähmann

Querida,

Quebrei todas as paredes e não havia nada, nenhum sinal de água. A massa seca, o gesso seco, os dutos secos, o tijolo seco. O ar-condicionado não estava pingando, e agora as entranhas da casa, a temporada de ventos, o cachorro — hóspede eventual — na colônia de férias e os assaltos cotidianos na porta do prédio, na esquina da rua, na avenida principal, além de todas as tantas variantes desse nosso poço sem fundo trabalhando para a apatia e o isolamento social, eu aqui, olhando os buracos, ouvindo uma seleção de músicas que Ciça preparou, e que inclui uma cantada pelo meu ex-astrólogo. Queria tanto saber o que ele teria a me dizer agora.

--

--

Julia Wähmann

Julia Wähmann

Autora de Manual da demissão (semifinalista dos prêmios Oceanos e Jabuti 2019) e Cravos (2016).